Desporto

“Não importa se joguei no Benfica, é o Rio Ave que me paga as contas”, reage Nuno Santos

Nuno Santos, jogador do Rio Ave que ontem foi expulso durante a partida com o Benfica, para o campeonato, revelou ter recebido ameaças e insultos a propósito de um vídeo em que Bruno Lage, treinador dos encarnados, parece falar para o jogador da equipa vilacondense.

“Desta vez passou todos os limites”, reagiu Nuno Santos, um dos elementos em foco na partida de ontem, expulso quando Rio Ave e Benfica ainda estavam empatados e os vilacondenses já se encontravam reduzidos a dez.

Recorde-se que as águias venceram a partida por 2-1, depois do Rio Ave ter aberto o marcador.

“Se havia alguém que queria ganhar ontem era eu”, garantiu o atleta, que tinha representado os encarnados durante nove temporadas.

“Não importa se joguei no Benfica, o que importa é que não são eles que me pagam as contas ao fim do mês, mas sim o Rio Ave, que defendo com toda a convicção”, sustentou.

“Podem criticar as minhas exibições ou a minha forma de jogar, mas não admito que ponham em causa o meu profissionalismo e que usem as redes sociais para ameaçar a mim e à minha família”, condenou Nuno Santos, expulso devido a uma entrada violenta sobre Pizzi.

Neste desabafo, o atleta explicou que estava a “ fazer uma receção” sem ter “a noção de que o Pizzi está ali”.

“O árbitro decidiu pela expulsão, mas eu toco na bola em primeiro lugar. Mas dizerem que foi propositado é muito grave. Nunca o faria nem iria colocar em causa a integridade física de um colega propositadamente”, sublinhou.

“Eu sempre preferi Portugal ao estrangeiro. Mas situações como as ameaças que sofri ontem, só estragam o que temos por cá”, finalizou Nuno Santos.

0Shares

Em destaque

Subir