Motociclismo

MotoGP: Dani Pedrosa domina GP de Espanha

pedrosa jerez210pedrosa jerez2Dani Pedrosa garantiu um triunfo indiscutível no Grande Prémio de Espanha de MotoGP, que este domingo se disputou no circuito de Jerez de La Frontera, após uma corrida que o piloto da Honda dominou por completo.

Perante um público entusiasta, face ao favoritismo de vários dos seus pilotos, Pedrosa comandou as operações desde o início, tirando partido da ‘pole position’ para assumir a liderança desde que se acenderam os semáforos verdes, afastando-se de seguida dos seus mais diretos adversários, o seu compatriota Jorge Lorenzo e o seu companheiro de equipa Marc Marquez.

Seria aliás a luta pela segunda posição que animaria a prova, com constantes trocas de posição entre o campeão do Mundo e o vencedor do GP das Américas (Austin).

Marquez pareceu recuar após algumas tentativas para tomar o segundo posto a Lorenzo, mas nos momentos finais da corrida o jovem piloto da Honda (apenas 20 anos) acabaria por desferir o seu golpe para roubar a posição ao experiente homem da Yamaha.

Numa manobra em que não deixou asfalto para o piloto de Palma de Maiorca se defender, Marc Marquez garantiu a dobradinha para a Honda. O que deixou o campeão do Mundo visivelmente agastado.

marquez lorenzo jerez

Em pleno parque fechado o jovem piloto da Honda tentou pedir desculpas a Jorge Lorenzo, mas este apenas fez um gesto a dizer que não ao campeão do Mundo de Moto 2.

“Quis pedir desculpas ao Jorge porque ele nunca quer isso. No final a coisa mais importante é que ambos terminamos a corrida. Por isso acho que foi uma boa luta para os fãs”, explicou Marquez.

“Na última volta eu dei 110 por cento, e quando vi que o Jorge abriu um pouco a porta na última curva então eu fui por dentro. Muitas vezes no passado aconteceram coisas semelhantes”, justificou ainda o jovem espanhol da Honda numa alusão a uma situação semelhante no mesmo local em 2005 entre Valentino Rossi e Sete Gibernau.

Já Lorenzo se recusou a comentar o incidente, dizendo apenas: “Eu só fiz dois erros. O primeiro foi o início, e em seguida na última curva, ao não fechar a porta um pouco mais. De qualquer forma estou contente. Fiz uma boa corrida com a mota que tenho. Dei o meu melhor”.

Para além do último lugar do pódio do piloto de Maiorca, a Yamaha acabou também por garantir a quarta posição, já que Valentino Rossi conseguiu recuperar de uma má posição na largada para chegar a esse lugar, deixando Cal Crutchlow a lutar para defender o quinto posto dos ataques de Alvaro Bautista.

Classificação

0Shares

Páginas: 1 2

Em destaque

Subir