Cultura

Morreu Sam Shepard, o dramaturgo que quase juntou um Óscar ao Pulitzer

Morreu Sam Sheppard, um dos mais consagrados dramaturgos dos EUA. Distinguido com o Pulitzer de 1979 por ‘Buried Child’, esteve nomeado para o Óscar de Melhor Ator Secundário em 1983, como o Chuck Yeager de ‘The Right Stuff’.

Nascido a 5 de novembro de 1943, Samuel Shepard Rogers III deixou a atividade rural do Illinois para se aventurar nos teatros de Nova Iorque, como ator e dramaturgo.

Em 1969, já depois de ter sido galardoado com seis Obie Awards, estreou-se na escrita para cinema, criando o argumento de ‘Me and My Brother’, realizado por Robert Frank.

Nesse mesmo ano, escreveu uma peça de ficção científica, ‘The Unseen Hand’, que seria o ponto de partida para ‘The Rocky Horror Show’, o imortal musical de Richard O’Brien mais tarde adaptado ao cinema.

Dez anos depois,  Sam Sheppard recebeu o famoso Prémio Pulitzer pelo drama ‘Buried Child’. Em 1983, a Academia nomeou-o para o Óscar de Melhor Ator Secundário pelo papel no filme de Philip Kaufman, ‘The Right Stuff’.

Nessa altura, Sam Sheppard era já um dramaturgo consagrado e um ator convincente, quer nos palcos dos teatros de Nova Iorque (incluindo Broadway), quer nas salas de cinema. A estreia na representação na sétima arte deu-se em 1978, no filme ‘Dias do Paraíso’.

Sam Shepard, de 73 anos, morreu em casa, no Kentucky.

https://playbuffer.com/watch_video.php?v=4GDO9OW9H2SG

 

7Shares

Em destaque

Subir