Mundo

Mandado de captura para antitaurino que se manifestou no Campo Pequeno

O Tribunal de Instrução de Madrid emitiu um mandado de detenção internacional ao ativista antitaurino Peter Janssen, na sequência de um processo interposto em setembro do ano passado, pela Fundação del Toro de Lidia. Recorde aqui o episódio, neste vídeo.

A fundação que representa parte do setor tauromáquico em Espanha processou o holandês Peter Janssen , por violação de direitos laborais e de espectáculo, tentando pela violência impedir direitos de outros.

Os juízes consideraram que as ações do manifestante impedem os toureiros e empresários de exercer a sua profissão, cortando o acesso ao espetáculo do público.

Janssen tem circulado pelos países com tradição tauromáquica, saltando para a arena de várias praças.

Só em Espanha, interrompeu corridas em Mérida, Valladolid, Valdemorillo, Vistalegre, Badajoz, Madrid, Sevilha, Burgos, Pamplona, Palma de Maiorca, Marbelha, Murcia, Córdoba, Algeciras e Salamanca.

No passado mês de julho, fez o mesmo em Lisboa, na Praça do Campo Pequeno.

O homem exibia no corpo duas mensagens – “Basta de Tortura” e “Respeito pelos Animais” – e ouviu insultos enquanto era retirado da arena. Viria a ser detido e libertado pouco depois.

Após julgamento, poderá incorrer numa pena de até três anos de prisão.

Recorde esse protesto:

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir