Desporto

Keizer diz que talvez não seja “preciso ir ao mercado” em janeiro

O treinador do Sporting, Marcel Keizer, disse hoje que se os futebolistas do Sporting continuarem a ter um bom desempenho não será “preciso ir ao mercado”, quando reabrir o período de transferências, em janeiro de 2019.

“Primeiro vamos olhar para os jogadores que temos agora. Se responderem bem e continuarem assim não é preciso ir ao mercado”, comentou o técnico holandês, em conferência de imprensa.

No lançamento da sexta e última partida da fase de grupos da Liga Europa, perante os ucranianos do Vorskla Poltava, o técnico frisou que pretende dar sequência ao ciclo de triunfos, mesmo entrando em campo já com o apuramento para os 16 avos de final assegurado.

“É difícil marcar muitos golos, mas temos conseguido nos últimos jogos. Não há segredo nenhum, o segredo são os jogadores, que gostam de jogar futebol e têm uma boa energia. O fundamental é vencer com uma boa exibição”, observou.

A lesão de Wendel no último encontro para o campeonato, frente ao Rio Ave, também não passou em claro para Keizer, que a lamentou e indicou o tempo previsível de paragem do médio brasileiro.

“Não sou médico, nem sei quanto tempo vai parar, mas, talvez, entre seis a oito semanas. É uma desilusão para ele e para todos nós, porque estava num bom momento”, referiu.

O técnico falou ainda sobre dois jovens da formação, que, apesar de não terem muito tempo de utilização, têm deixado boa impressão nos treinos.

“O Miguel Luís e o Jovane Cabral estão muito bem, mesmo não tendo muitos minutos de jogo, mas ainda faltam muitos jogos até ao fim da temporada. Têm potencial e estou com boa impressão deles”, analisou.

Na quinta-feira, o Sporting, já apurado para os 16 avos de final da Liga Europa, recebe os ucranianos do Vorskla Poltava, no Estádio José Alvalade, pelas 20:00, no último jogo da fase de grupos, que será dirigido pelo austríaco Manuel Schuettengruber.

Mais partilhadas da semana

Subir