Nacional

José Carlos Malato revolta-se: “Não quero seguidores”

Cada vez mais ativo nas redes sociais, principalmente no Instagram, José Carlos Malato revoltou-se com alguns comentários menos simpáticos. Por isso, deixou uma mensagem a pedir “a todos os que não se enquadram”, para irem “embora”.

Depois de uma publicação onde ironizou com a notícia da família que morreu intoxicada este domingo em Sabrosa, que motivou vários comentários dos seguidores, Malato dirigiu-se aos fãs com uma mensagem intitulada “Fechado para obras”.

O apresentador explica que o objetivo da página é “expor pontos de vista” sobre o mundo que o rodeia, o que faz feliz ou infeliz, comove ou revolta e, por não querer “abdicar do livre e desejável exercício de cidadania plena e consciente”, deixa uma sugestão.

“Que se vão embora todos os que não se enquadram, nem pretendam agir/interagir comigo, neste contexto. Escusamos de gastar energias, desnecessariamente, e podemos ser todos muito mais felizes”.

“Não quero seguidores. Quero pessoas que estejam ao meu lado, mesmo não estando ao meu lado. É fácil”, acrescenta.

José Carlos Malato refere, depois, que irá tornar a página privada, para evitar que se torne num “execrável Facebook”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Caríssim@s, uma vez que o objectivo desta página é poder expôr pontos de vista sobre o mundo que me rodeia, o que me faz feliz ou infeliz, o que me impressiona e me comove, o que me revolta e me apazigua a alma; uma vez que, apesar do meu trabalho, não posso, não quero, nem devo abdicar do livre e desejável exercício de cidadania plena e consciente; uma vez que não procuro, nem nunca procurei seguidores e ‘likes’, proponho o seguinte: que se vão embora tod@s os que não se enquadram, nem pretendam agir/interagir comigo, neste contexto. Escusamos de gastar energias, desnecessariamente, e podemos ser todos muito mais felizes. NÃO QUERO SEGUIDORES. Quero pessoas que estejam ao meu lado, mesmo não estando do meu lado. É fácil. Basta que carreguem no botão ‘BLOQUEAR’, à direta do meu nome. Em breve, tornarei a conta privada. Para evitar que se transforme num execrável Facebook sem rei, nem roque! Obrigado a tod@s! #josecarlosmalato

Uma publicação partilhada por josecarlosmalato (@josecarlosmalato) a

Mais partilhadas da semana

Subir