Economia

Finanças confirmam emissão de dívida em moeda chinesa na próxima semana

O Ministério das Finanças confirmou hoje à Lusa que Portugal tem ‘luz verde’ das autoridades chinesas para emitir dívida em moeda chinesa e que a operação vai decorrer na próxima semana.

O ministério tutelado por Mário Centeno confirmou à Lusa que as autoridades chinesas deram hoje a aprovação de que Portugal precisava para vender dívida em moeda chinesa e que a colocação das chamadas ‘Panda Bonds’ acontecerá na próxima semana.

A notícia foi hoje avançada pelo Eco, que cita o secretário de Estado das Finanças, Ricardo Mourinho Félix.

“É uma excelente notícia. Portugal será o primeiro país da zona euro a emitir dívida em renminbi”, disse o governante ao Eco, adiantando que “o objetivo da emissão é estar num mercado de grande dimensão e com muita liquidez” e que “a ideia é alargar a base de investidores”.

O Ministério das Finanças também confirmou à Lusa que Portugal vai realizar uma emissão de dois mil milhões de renmimbi, o correspondente a 260 milhões de euros, na próxima semana, nos dias 29 e 30 de maio, como avançou o Eco.

Os títulos de dívida terão maturidade a três anos.

De acordo com o secretário de Estado das Finanças, “o ‘pricing’ só será fechado no dia da operação, mas antecipa-se que seja superior ao equivalente em euros”.

Ricardo Mourinho Feliz adiantou que “é o custo de entrada num novo mercado”.

Segundo o Eco, a ‘luz verde’ das autoridades chinesas permite a Portugal fazer novas emissões de dívida em moeda chinesa no futuro.

Recorde-se que foi há dois anos, depois da visita do primeiro-ministro, António Costa, à China, que surgiu a ideia de avançar com ‘Panda Bonds’.

Mais partilhadas da semana

Subir