Fórmula 1

Ferrari contra adiamento das novas regras da F1 pretendido pela Mercedes

A Ferrari não partilha o desejo da Mercedes e da Red Bull em adiar a introdução de novos regulamentos desportivos na Fórmula 1 para 2021.

No México as equipas de Brackley e de Milton-Keynes expressaram o seu desejo de adiar as regras por um ano, mantendo o atual teto orçamental de 175 milhões de dólares, de modo a desenvolver aquilo que chamam de regulamentos “imaturos’.

Contudo Mattia Binotto já se mostrou contrário às posições assumidas pela Mercedes e pela Ferrari, referindo: “Pode-se argumentar que os regulamentos não são os certos. E se os queremos. Talvez quando o decidirem já teremos que os adotar, e é tudo”.

O chefe da equipa Ferrari acredita que os esforços coletivos das equipa para influenciar os novos regulamentos terminou e que agora cabe ao Conselho Mundial da Federação Internacional do Automóvel (FIA) implementar as novas regras, sejam elas quais forem. Isto apesar da ‘Scuderia’ de Maranello poder sem vetá-las.

No entanto uma posição da equipa do ‘Cavallino Rampante’ só pode acontecer uma vez que o Conselho Mundial da FIA decida votar as regras para 2021.

“Aperfeiçoar as regras é um processo que nunca acaba. Mesmo os atuais regulamentos alterámos os a cada oportunidade”, lembra Binotto, sublinhando: “Há ainda muito para melhorar. É verdade que são muito ‘verdes’, mas também tudo tem a ver com a colaboração entre as equipas e a F1 assegura-se de que resolvamos cada dúvida que surja. Tenho a certeza de tudo o que seja publicado tem de ser aperfeiçoado antes do começo de 201 e mesmo mais tarde”.

Mas a Ferrari não é a única a pensar que não se devem adiar as novas regras, pois também Williams e McLaren consideram que se deve ir por diante com as regras para daqui a dois anos, mesmo se alguns detalhes precisam de ser finalizados.

As duas equipa foram fortes apoiantes das novas regras, com Claire Williams a dizer que se opõe “fundamentalmente” a uma adiamento. “Estes regulamentos vão chegar muito tarde. Atrasamos os uma vez mais em agosto. Falamos disto há dois anos e meio. Eles podem estar prontos e na nossa opinião estes regulamentos, os técnicos, estão prontos”, diz a líder da equipa de Grove.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir