Motores

Fernando Alonso treina-se para o Rali Dakar

Fernando Alonso iniciou a sua preparação para o Rali Dakar, prova que decorrerá entre 5 e 17 de janeiro do próximo ano na Arábia Saudita.

O ex-campeão do Mundo de Fórmula 1 vai alinhar na prova ‘rainha’ do todo-o-terreno mundial aos comandos de uma Toyota Hilux Overdrive da equipa oficial sediada na África do Sul e iniciou testes que vão decorrer tanto na Europa, como África e Médio Oriente.

Alonso prossegue assim a sua ligação à marca japonesa, pela qual venceu as duas últimas edições das 24 Horas de Le Mans e foi Campeão do Mundo de Resistência.

Tendo como ‘professor’ o sul-africano Giniel de Villiers, o piloto espanhol quer aperfeiçoar a sua técnica aos comandos de um veículo que tem pouco de comum com um monolugar de F1 ou um protótipo LMP1 do WEC.

“Trata-se de lhe mostrar como aborda a pilotagem deste tipo de veículos, de lhe mostrar a forma de abordar os saltos e as dunas, já que ele não está obviamente habituado a estas dificuldades”, explica De Villiers.

Já Alonso, que efetuou quatro dias de testes na África do Sul antes da participação na sua primeira prova de todo-o-terreno, a sul-africana Harrismith 400 (13 e 14 de setembro), mostra-se “verdadeiramente excitado em continuar” a sua “aventura com a Toyota Gazoo Racing”.

“Juntos já conseguimos muitas coisas depois que me sentei num Toyota em setembro de 2017, com as nossas duas vitórias consecutivas em Le Mans, no Campeonato do Mundo de Resistência para a equipa e um título de pilotos com os meus companheiros de equipa Sebastien (Buemi) e Kazuki (Nakajima”, afirma o asturiano.

Fernando Alonso admite que o desafio que agora enfrenta em bem diferente daquilo a que estava habituado, mas que já está ‘viciado’ pela disciplina: “Provei um pouco do que era o todo-o-terreno no começo do ano e isso deixou-me com sensações positivas, que queria prolongar. Sabia que seria uma experiência totalmente diferente, com uma curva de aprendizagem abrupta, mas a Hilux comporta-se muito bem”.

“O carro deu-me total confiança e rapidamente melhorei a minha condução. Estou mesmo impaciente pelos próximos meses de treino, de conhecimento da Hilux e de trabalhar com a equipa. Sempre mantive que queria enfrentar novos desafios em diferentes disciplinas e faço agora parte de uma grande equipa para o fazer”, remata o espanhol.

Mais partilhadas da semana

Subir