Europa

Escavada parte do túnel paralelo ao poço onde um menino caiu em Málaga

As equipas de socorro continuam a escavar um túnel paralelo ao poço onde uma criança caiu em Málaga, Espanha, há uma semana e só perfuraram 52 dos 60 metros necessários, pois as máquinas encontraram material muito duro, informaram fontes governamentais.

As zonas de rochas de extrema dureza que os técnicos estão a encontrar em Totalán (Màlaga) atrasaram o plano traçado, no oitavo dia de trabalho, já que inicialmente se esperava que fosse possível terminar a perfuração vertical hoje de manhã. Contudo, faltavam ainda oito metros para terminar quando começou a amanhecer.

A operação continua montada no local, com o trabalho organizado por turnos e com maquinaria pesada para finalizar os oito metros que faltam para chegar ao fundo do túnel vertical.

A partir daí, será necessário canalizar o túnel para o proteger de eventuais cedências de terreno, uma operação que poderá durar entre cinco e seis horas. Esta proteção é necessária para que os mineiros da Brigada de Salvação deslocada das Astúrias possam descer numa espécie de gaiola para continuar, à mão, a escavar um túnel horizontal de acesso à área onde se acredita que pode estar a criança desde o passado dia 13 de janeiro.

Segundo o coordenador da equipa, Ángel García, delegado do Colégio de Engenheiros Civis de Málaga, será necessário realizar um aterro para garantir a descida desses especialistas, o que levará mais duas ou três horas.

Se todos estes prazos forem cumpridos, os mineiros poderão então começar a cavar manualmente a galeria horizontal que deve ligar o túnel com o poço estreito onde o menino de dois anos caiu.

A velocidade a que avançará este trabalho dependerá do material que encontrarem as equipas, mas devido à experiência em trabalhos semelhantes, os técnicos anunciaram que a tarefa poderia estender-se por mais 24 horas.

A criança caiu há uma semana num poço junto à necrópole da Tumba Del Moro, local turístico em Málaga, na região da Andaluzia.

Mais partilhadas da semana

Subir