Nas Notícias

“É preciso ir mais longe nos padrões de formação” dos polícias

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, admitiu hoje, à margem da cerimónia de entrega de viaturas à PSP, em Leiria, que “é preciso ir mais longe nos padrões de formação” dos polícias.

Confrontado com uma auditoria da Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI), divulgada pelo Diário de Notícias, e que reconhece falhas na formação em matéria de direitos humanos, falta de preparação para os diferentes contextos sociais em que atuam e uma distribuição desadequada do dispositivo e défice de efetivo, Eduardo Cabrita afirmou que “esse trabalho” foi determinado sob sua ordem.

“O relatório está em consulta às forças de segurança. Evidencia a notável melhoria nos padrões de formação e exigência das forças de segurança”, que “são admiradas pelos portugueses e a ” área do serviço público que tem uma melhor avaliação dos portugueses”.

Segundo o ministro, essa melhoria é “essencial para os elevados padrões de segurança” que existem em Portugal”. “Por isso, é preciso ir ainda mais longe nesses padrões de formação e, por isso, é que esse trabalho foi desenvolvido pela IGAI e está, neste momento, a ser avaliado pela PSP e pela GNR. Logo que receba as conclusões dessa avaliação estabelecerei as alterações, o novo plano de formação”, disse.

O objetivo reconheceu, é ter “polícias ainda melhores”.

Mais partilhadas da semana

Subir