Nas Redes

Quanto ganham os 11 motoristas de António Costa? “É inaceitável”, diz Joana Amaral Dias

Joana Amaral Dias revelou que António Costa tem 11 motoristas ao serviço, apresentando ainda o ordenado que auferem. “Isto é incompreensível num país progressista. Num país pobre ainda é mais inaceitável”, sustentou.

Através das redes sociais, a ex-deputada do Bloco salientou que, dos 62 membros que compõem o gabinete do primeiro-ministro, 11 são motoristas.

“Isto é incompreensível num país progressista. Num país pobre ainda é mais inaceitável”, comentou.

Lembrando que não foi António Costa quem “inventou esta moda das mordomias, caprichos de Castafiore e borboletices”, apontou que “também não acabou com elas”.

Joana Amaral Dias traçou depois um comparativo entre Portugal e Suécia, em especial ao nível do Parlamento, onde por cá se verifica “a mesmíssima pompa perdulária”.

“Para os parlamentares suecos, por exemplo, a realidade é a contenção: gabinetes de sete metros quadrados e limites muito rígidos para o uso do dinheiro dos contribuintes”, insistiu.

Na Suécia, “um dos países mais ricos do mundo”, um deputado recebe um cartão anual “para usar o transporte público”.

“O Parlamento possui apenas três veículos e a frota está à disposição somente para eventos oficiais”, acrescentou.

A denúncia da ex-deputada bloquista, acompanhada de uma imagem que mostra os nomes completos e o ordenado dos 11 motoristas de António Costa, tornou-se viral.

Mais partilhadas da semana

Subir