Nas Notícias

Comunidade das Beiras e Serra da Estrela repudia possível fecho dos CTT em Manteigas e Fornos de Algodres

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) manifestou hoje o seu “repúdio público” à intenção de encerramento das estações dos CTT das vilas de Manteigas e de Fornos de Algodres, no distrito da Guarda.

Segundo a CIM-BSE, “a empresa CTT – Correios de Portugal, S.A., concessionária do serviço público postal, anunciou para breve o encerramento” daquelas duas lojas.

Em comunicado hoje enviado à agência Lusa, a CIM-BSE, presidida pelo autarca de Seia Carlos Filipe Camelo, refere que, a concretizar-se a intenção, aqueles dois concelhos ficarão “privados de qualquer loja dos CTT e sem um efetivo serviço de proximidade que garanta aos seus cidadãos a possibilidade de usufruir de um serviço postal de qualidade conforme é estabelecido pela Lei e pelo instrumento da concessão”.

Acrescenta que aquela Comunidade Intermunicipal “não pode deixar de manifestar o seu repúdio público acerca desta intenção dos CTT, que se traduziria num desrespeito pelas obrigações que assumiu enquanto concessionária do serviço público postal, degradando ainda mais os níveis de prestação desse serviço e causando irreparáveis prejuízos às populações afetadas”.

A CIM-BSE considera que o serviço público e universal de correios é de “importância vital para a qualidade de vida das populações, devendo contribuir para a coesão do território, para o combate ao isolamento e ao despovoamento”.

“Não se compreende que territórios de interior e de baixa densidade populacional possam ver de qualquer modo diminuída a sua, já débil, possibilidade de acesso a este serviço”, sustenta.

No comunicado, aquela entidade pede à Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) e ao Governo que “usem de todos os meios” que impeçam o encerramento das lojas dos CTT de Manteigas e de Fornos de Algodres.

A CIM-BSE, com sede na Guarda, é constituída pelos municípios de Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Mêda, Pinhel, Seia, Sabugal, Trancoso, Belmonte, Covilhã e Fundão.

A Câmara Municipal de Manteigas enviou ofícios ao primeiro-ministro, António Costa, e ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, através dos quais manifestou preocupação pelo eventual fecho da loja local dos CTT.

O presidente do município, Esmeraldo Carvalhinho (PS), expressou nos documentos a preocupação da autarquia “ao ter tomado conhecimento que a administração dos CTT se prepara para encerrar a loja” de Manteigas, que está ao serviço público “desde tempos imemoriais”, entregando a prestação do serviço de correio a uma entidade privada.

Segundo o autarca, a estação dos CTT da vila de Manteigas é a única que serve o concelho que está localizado em pleno coração da Serra da Estrela, no distrito da Guarda.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir