Motores

Circunstâncias da corrida não ajudaram João Barbosa e Filipe Albuquerque em Detroit

Faltou de facto um pouco de sorte a João Barbosa e a Filipe Albuquerque para que, na prova do Campeonato IMSA em Detroit, subissem ao pódio pela terceira vez esta temporada.

Embora a qualificação não tivesse permitido à dupla do Cadillac DPi # 5 da Mustang Sampling melhor do que o quinto lugar da grelha de partida, o andamento de Barbosa na primeira metade da prova deixava antever que desta vez seria possível uma prestação ao nível a que a equipa tinha conseguido em Long Beach, aquando da sua segunda vitória do ano.

Mas várias circunstâncias concorreram para que o melhor resultado fosse ficar ‘à porta’ do top cinco. O que soube a pouco para os dois pilotos portugueses, que mesmo assim se mantêm na luta pelas posições cimeiras no campeonato.

“O nosso primeiro turno correu bem. No início não tínhamos a aderência necessária mas foi melhorando com o decorrer da prova”, conta João Barbosa, que tudo fez para limitar o impacto do desfecho da qualificação.

O piloto do Porto refere: “Tentei recuperar alguns lugares durante o tempo que estive ao volante mas, a situação de bandeiras amarelas, colocou-nos a todos em circunstâncias de igualdade e retirou-nos a margem que tínhamos ganho”.

Filipe Albuquerque chegou a passar momentaneamente pelo comando, quando à 34ª volta todos os seus adversários pararam nas boxes em situação de bandeira verde. Mas a situação não durou muito tempo, pois quando o piloto de Coimbra fez novo ‘pit-stop’ as coisas não correram como era esperado.

“Estava tão ansioso por conseguir passar os meus adversários nas boxes que acabei por deixar o carro ir abaixo e perdemos muito tempo. Não foi definitivamente o meu dia. Cometi um erro e pagámos caro”, confessa Albuquerque.

Filipe regressou à pista na nona posição, recuperou posições, mas numa corrida tão curta só foi possível chegar a sexto. “Lamento o que aconteceu pois todos na equipa deram o seu melhor. Não há nada que possa fazer agora a não ser fazer melhor na próxima corrida”, concluiu o piloto de Coimbra.

A próxima prova do campeonato IMSA Sportscar disputa-se a 30 de junho na pista nova-iorquina de Watkins Glen, as famosas 6 Horas de Watkins Glen.

Mais partilhadas da semana

Subir