Nas Notícias

“Cada um trata do seu partido”, diz António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, recusou-se hoje a comentar a crise interna PSD, afirmando que “cada um trata do seu” partido.

“Sobre os outros partidos, não opino. Cada um trata do seu”, afirmou António Costa, questionado pelos jornalistas sobre a crise interna do PSD.

António Costa falava aos jornalistas, em Mortágua, distrito de Viseu, antes da cerimónia de assinatura do contrato para a empreitada de requalificação do troço do IP3, entre os nós de Penacova e Lagoa Azul.

Há uma semana, o antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro desafiou Rui Rio a convocar eleições diretas antecipadas e assumiu disponibilidade para se candidatar à liderança do partido.

Rio rejeitou o repto de antecipar as eleições – completou no domingo metade do seu mandato, um ano – mas pediu ao órgão máximo do partido entre Congressos – o Conselho Nacional – que renovasse a confiança na sua Comissão Política Nacional, o que aconteceu.

Hoje de madrugada, foi aprovada a moção de confiança à sua direção, que recolheu cerca de 60 por cento dos votos do Conselho Nacional.

A reunião, que arrancou pelas 17:30 de quinta-feira, num hotel no Porto, e estendeu-se por quase onze horas.

Mais partilhadas da semana

Subir