Desporto

Bruno de Carvalho nega ter dupla nacionalidade: “Onde está o papel?”

Bruno de Carvalho negou ter dupla nacionalidade, portuguesa e moçambicana, e lamentou ainda não ter recebido resposta por parte da Embaixada de Moçambique onde pediu uma declaração a comprovar tal facto.

Numa publicação intitulada ‘onde está o papel?’, Bruno de Carvalho refere-se à questão da dupla nacionalidade como um “mistério por desvendar”.

“As autoridades portuguesas insistiram muito, durante o processo em curso da Academia, que eu tinha dupla nacionalidade (portuguesa e moçambicana). Até a Wikipédia tem esta informação”, começa por explicar.

O ex-presidente do Sporting refere, depois, que solicitou, “há cerca de um mês e meio a dois”, uma declaração da Embaixada de Moçambique a desmentir esta informação”.

“A informação é totalmente falsa. O documento não aparece. Que está a retardar tanto tempo a reposição da verdade?”, questiona.

Depois de ter sido detido, recorde-se, surgiram informações que Bruno de Carvalho poderia ficar em prisão preventiva devido ao risco de fuga do ex-presidente, na medida em que Portugal não tem acordos de extradição com Moçambique.

Mais partilhadas da semana

Subir