Motores

Bom tempo ajudou ao espetáculo no Ralicross de Castelo Branco

Foi sob intenso calor e diante de muito público que teve lugar o segundo dia de prova da segunda ronda do Campeonato de Portugal de Ralicross (PTRX), em Castelo Branco.

Na pista de Lanço Grande João Ribeiro confirmou o seu triunfo na categoria Super 1600. O mesmo fazendo Pedro Tiago na Nacional A1.6 e Gonçalo Macedo na Iniciação. Já João Novo levou a melhor na Nacional 2 RM.

A Super 1600 ficou marcada por uma falsa partida de Hélder Ribeiro, que obrigou a amostragem de uma bandeira vermelho a novo arranque, onde as coisas não correram bem a Sérgio Dias, devido a um problema mecânico no Renault Twingo.

João Ribeiro acabou por discutir a vitória com Joaquim Machado, com a contenda a acabar favorável ao piloto do Citroën Saxo, numa prova onde se destacou a recuperação que levou Hélder Ribeiro à terceira posição final.

Na Nacional A.8 Pedro Tiago começou e terminou na frente, embora pressionado por Leonel Sampaio, que se viu traído pela mecânica do seu Citroën Saxo e deixou caminho livre para Luís Morais terminar na segunda posição. Um deslize de Agostinho Sousa na ‘joker lap’ fê-lo perder um possível último lugar do pódio, que no fim acabou por ir para Bruno Lima.

Animada foi a prova da Nacional 2 RM, pois se Paulo Sousa arrancou bem e ‘saltou’ para o comando, a segunda posição mudou de mãos quando Adão Pinto cumpriu a ‘joker lap’. O piloto do Opel Astra ‘caiu’ para quarto e João Novo assumiu a oposição a Paulo Sousa, que viria a perder a corrida para o piloto do Peugeot 106 quando fez um pião com a meta quase à vista. Andreia Sousa evitou os percalços a viria a terminar na terceira posição.

Igualmente interessante, a prova da Iniciação – Troféu Ernesto Gonçalves viu Gonçalo Macedo impor-se, mas não sem que no começo da corrida tenha sido Rodrigo Correia a liderar. Depois problemas no motor do Peugeot 205 ditaram a vitória do homem do Volkswagen Polo, numa prova onde também esteve em destaque o estreante Gonçalo Novo, que aos comandos do seu Toyota Starlet terminou a prova no último lugar do pódio.

Mauro Reis fez uma boa partida e liderou a prova dos Superbuggy do princípio ao fim, o mesmo sucedendo com Paulo Godinho e Arménio Rodrigues relativamente às segunda e terceira posições, respetivamente.

Nelson Barata não conseguiu repetir o desempenho da véspera e terminou na quarta posição, beneficiando de uma saída de pista de Alexandre Tomás, quando piloto do Atmos Strong cumpria a sua ‘joker lap’.

Já Jorge Gonzaga fez no Kartcross o que prometia na jornada de sábado. Ainda assim não teve a vida facilitada, dada a luta que lhe deram Nuno Bastos, o espanhol Maikel Vilas, Rui Nunes e Pedro Rosário, que viria a sofrer um furo.

A ‘joker lap’ acabaria por permitir a Vilas subir para segundo, terminando a mais de um segundo do vencedor, mas na frente de Pedro Rosário, Rui Nunes, José Mota e Nuno Bastos.

Mais partilhadas da semana

Subir