Motores

Nuno Araújo “contente por ir à final” em Castelo Branco e com subida no campeonato

Nuno Araújo deu um passo importante na sua evolução no Campeonato de Portugal de Ralicross (PTRX) ao lograr a sexta posição na final da categoria Super 1600 no Ralicross de Castelo Branco.

Aos comandos do Citroën C2 S1600 preparado pela Simpa Racing o piloto de Penafiel procurou obter o melhor resultado enquanto aguarda pela estreia com uma nova máquina.

Nos treinos cronometrados Nuno Araújo obteve o nono tempo e aproveitou para conseguir as melhores afinações do carro com as cores do ENI/EQS Racing para a pista da capital do Baixo Alentejo.

Depois, nas quatro corridas de qualificação, o piloto de Penafiel foi sétimo no primeiro confronto e 10º no segundo, aumentando o ritmo no terceiro, que concluiu no quarto posto. Isso ‘reservou-lhe’ um lugar na final.

Após garantir um sétimo lugar na quarta e última corrida de qualificação, mesmo depois de ser ter lesionado num ombro, depois de ter sofrido uma pancada violenta na sequência de um toque contra as barreiras de proteção da pista, Nuno Araújo entrou motivado para o derradeiro confronto do fim de semana.

Foi uma luta intensa que permitiu ao penafidelense chegar à sexta posição em que cruzou a meta. Um resultado que acaba por ser um espelho do empenho do piloto e da equipa na jornada albi-castrense.

“Estou contente por ir à final e aí, mesmo condicionado pelas dores que sentia no ombro, ter garantido o sexto posto, que passa a ser o melhor resultado da época até ao momento, amealhando pontos muito importantes e subindo na tabela classificativa do campeonato”, afirma Nuno Araújo em jeito de balanço.

O piloto segue agora para próxima prova em Sever do Vouga, a 15 e 16 de junho, embora as suas atenções e as das equipa estejam centradas em “testar o novo carro e estar já num nível bom de competitividade na terceira prova do campeonato”, onde Araújo ocupa a sétima posição, com 39 pontos.

Mais partilhadas da semana

Subir