Hoje é dia

29 de dezembro, é inaugurado o Metropolitano de Lisboa

Inaugurado em 29 de dezembro de 1959, o Metropolitano de Lisboa tornou-se na primeira rede de metropolitano de Portugal. Composto por quatro linhas com 55 estações, o metro da capital tem uma extensão total de 45,5 quilómetros.

O Metropolitano de Lisboa resulta de uma ideia que nasceu em 1888, ano a partir do qual se idealizou uma rede de caminhos de ferro subterrânea na capital portuguesa, à semelhança do que sucedia em Londres, Budapeste e Glasgow.

A ideia foi apresentada ao engenheiro Henrique de Lima e Cunha, que tinha publicado o projeto de uma rede que poderia servir a capital portuguesa, numa altura em que Paris já avançava com o seu projeto.

Em 1923 e 1924, foram apresentados projetos – de Lanoel d’Aussenac e Abel Coelho (1923) e de José Manteca Roger e Juan Luque Argenti (1924) –, mas ambos rejeitados.

Depois da II Guerra Mundial, com a retoma da economia e com a ajuda do Plano Marshall, reuniram-se as condições necessárias para a construção do Metropolitano de Lisboa.

A 26 de janeiro de 1948, foi constituída uma sociedade que tinha o objetivo de avaliar a viabilidade técnica e económica de um sistema de transporte público subterrâneo da capital portuguesa.

E em agosto de 1955, iniciou-se a construção do Metropolitano de Lisboa, com a criação dos troços Sete Rios-Rotunda e Entre Campos-Rotunda.

Nas décadas seguintes, a rede foi-se expandindo, sendo que o metro da capital é hoje composto por quatro linhas com 55 estações e tem uma extensão de 45,5 quilómetros.

A 17 de julho de 2012, após mais cinco anos de obras, é aberto ao público o empreendimento Oriente-Aeroporto.

Nasceram neste dia Isabel Petrovna, Imperatriz da Rússia (1709), Charles Macintosh, químico e inventor britânico (1766), Charles Goodyear, inventor do processo de vulcanização (1800), Pablo Casals, violoncelista, diretor e compositor espanhol (1876), e Ted Danson, ator norte-americano (1947).

Morreram neste dia Thomas Beckett, arcebispo de Cantuária e chanceler da Inglaterra (1170), François Nicholas Madeleine Morlot, cardeal francês (1862), Leopold Kronecker, matemático alemão (1891), Grigori Rasputin, místico russo (1916), Tim Hardin, compositor e cantor de música folk (1980), e Cássia Eller, cantora e violonista brasileira (2001).

Mais partilhadas da semana

Subir