Hoje é dia

12 de julho, morre Erasmo de Roterdão, inspirador do Programa Erasmus

Hoje é dia de recordar Erasmo de Roterdão, que nasceu a 28 de outubro de 1466 e morreu a 12 de julho de 1536. Teólogo, filósofo e humanista holandês, viajou por toda a Europa, tornando-se num ícone da literatura. Cultivou o conhecimento e inspirou um programa que propaga a cultura.

Erasmo de Roterdão foi um teólogo filósofo e humanista nascido na Holanda, que através da literatura difundiu um pensamento independente. Os principais centros da sua actividade foram Paris, Inglaterra e Basileia.

Estudou na Universidade de Cambridge e foi o professor da divindade de Lady Margaret, tendo a opção de passar o resto da vida como professor de Inglês.

Foram-lhe oferecidas diversas posições de honra, através do mundo académico, mas Erasmo de Roterdão declinou-as, preferindo a incerteza, levando a cabo uma atividade literária de risco, mas notável.

Devoto aos princípios do progresso literário e religioso, foi alvo de hostilidade. Interpretou esse sentimento como perseguição e procurou refúgio em Basileia, onde, debaixo da hospitalidade suíça, pôde expressar-se livremente. Inúmeros devotos da sua obra viajavam ao seu encontro.

A popularidade extraordinária dos livros de Erasmo – a sua obra principal foi ‘Elogio da Loucura’ – fica também patente pelo número de edições e traduções que surgiram desde o século XVI, e no interesse permanente a sua personalidade fascinante suscita.

Erasmo de Roterdão inspirou ainda o Programa Erasmus, estabelecido em 1987, de apoio universitário de mobilidade de estudantes e docentes do Ensino Superior, entre estados membros da União Europeia.

Conhecido opositor do dogmatismo, Erasmo viveu e trabalhou em vários locais da Europa para expandir o seu conhecimento, deixando a sua fortuna à Universidade de Basileia.

Erasmo_da_Rotterdao_900

ERASMUS é também uma sigla para European Region Action Scheme for the Mobility of University Students [Método de Ação Regional Europeia para a Mobilidade de Estudantes Universitários]. Erasmo morreu em Basileia, a 12 de julho de 1536, facto que hoje se assinala.

Neste dia, em 1945, chegam à McDonald Ranch House os componentes da primeira arma nuclear da História. Já em 1962, os Rolling Stones fazem a primeira grande aparição, no Marquee Club de Londres.

E a 12 de julho de 1982, o filme ‘ET – O Extraterrestre’, de Steven Spielberg, bate o recorde de bilheteira, superando 100 milhões de dólares, apenas nos primeiros 31 dias de exibição. E em 1994, Yasser Arafat assume a presidência da Autoridade Palestiniana.

Nasceram a 12 de julho Santa Júlia Billiart, santa da Igreja católica (1751), Henry David Thoreau, autor, poeta e filósofo norte-americano (1817), Albert Calmette, físico francês (1863), Amedeo Modigliani, pintor e escultor italiano (1884), Buckminster Fuller, arquiteto norte-americano (1895), Pablo Neruda, poeta chileno (1904), Willis Lamb, físico norte-americano (1913), Ken Wlaschin, escritor e historiador americano (1934), Lionel Jospin, político francês (1937), e Bill Cosby, ator norte-americano (1937).

Morreram neste dia, além de Erasmo de Roterdão (1536), Alfred Dreyfus, oficial francês (1935), Minnie Riperton, cantora norte-americana (1979), Kenneth More, ator inglês (1982), Laurence Olivier, ator, produtor e diretor do Reino Unido (1989), e Harvey Pekar, autor norte-americano da banda desenhada (2010).

Mais partilhadas da semana

Subir