Desporto

Uruguaio Fucile não vai ficar no FC Porto “para ver jogos na bancada”

fcportoEmpresário defende transferência de Fucile. “Para ver jogos da bancada, é melhor sair”, refere Pablo Tomaduz. O defesa terá menos oportunidades de jogar no onze de Vítor Pereira, após a chegada de Danilo. O jogador já não treinou no Olival e pode mesmo estar prestes a dizer adeus aos campeões nacionais.

Fucile parece ser uma carta fora do baralho de Vítor Pereira, que nunca apostou no jogador e preferiu até adaptar o defesa-central Maicon ao lugar onde Fucile mais vezes jogou: lateral-direito. O jogador urugaio viu agora chegar Danilo, para a mesma posição, e é certo que o FC Porto não investiu mais de 17 milhões para ‘fortalecer’ o banco…

As portas da titularidades fecham-se definitivamente para Fucile, mas abrem-se as de saída do dragão. O empresário do jogador admitiu hoje que uma transferência é a solução mais indicada. “A saída do Futebol Clube do Porto é o melhor”, referiu Pablo Tomaduz.

Em declarações à Antena 1, Tomaduz lembra que Fucile foi considerado “um dos melhores laterais do último Mundial”, pelo que não faz sentido permanecer no FC Porto se não for utilizado.

Instado a justificar esta condição de suplente do uruguaio, Pablo Tomaduz remete a resposta para Vítor Pereira: “O treinador é que deve responder a essa questão. O Fucile está bem, mas nem sequer no banco se senta. Para ver os jogos da bancada, é melhor sair”.

Fucile foi um dos quatro ausentes no treino de hoje, marcado pelo regresso em pleno de Guarín. O FC Porto justifica a ausência do defesa com uma tendinite, o que contraria as declarações do empresário

Mais partilhadas da semana

Subir