Justiça

Tolerância de ponto para funcionários judiciais gera polémica

Vários funcionários judiciais estiveram a trabalhar ontem, durante a tolerância de ponto para o dia de Carnaval. O sindicato acusa dois coordenadores de comarca de desrespeitarem a ministra da Justiça.

De acordo com o Sindicato dos Funcionários Judiciais, Francisca Van Dunem, a ministra da Justiça, prometeu na reunião de 25 de janeiro que “os funcionários públicos, todos, poderiam usufruir da tolerância de ponto no Carnaval no dia 13 de fevereiro”.

Tal não aconteceu nas Comarcas de Lisboa Norte e de Faro, onde ontem estavam dez e nove funcionários a trabalhar.

“Os senhores juízes presidentes entenderam, e bem, que não havia nenhum serviço urgente a fazer e por isso não se entende esta prepotência por parte de dois magistrados do Ministério Público”, acusou Carlos Almeida, o presidente do sindicato, em declarações à SIC Notícias.

Referindo-se aos coordenadores das Comarcas de Lisboa Norte e Faro, o sindicalista insistiu que “os procuradores estão a exorbitar e muito as suas competências”.

“Estão a cometer uma ilegalidade que nós não podemos deixar em claro”, frisou Carlos Almeida.

O sindicato vai exigir que os dois magistrados sejam alvo de um processo disciplinar, por desrespeito à tolerância de ponto.

Mais partilhadas da semana

Subir