Mundo

Ossos, cuecas e botijas encontradas nas águas do rio Tamisa

Um fotojornalista da agência Reuters decidiu percorrer as margens do rio Tamisa, que atravessa Londres, durante duas semanas e descobriu, entre outras coisas, cuecas de senhora por estrear, botijas de água quente e ossos.

Entre os objetos inesperados, o repórter da Reuters encontrou também uma carta escrita em lituano que estava a boiar nas águas do rio londrino.

As campanhas de sensibilização contra a poluição das águas do Tamisa têm-se multiplicado nos últimos anos.

De acordo com o jornal Público, em março deste ano, a empresa responsável pelo tratamento de águas residuais e pelo abastecimento público de água na área metropolitana de Londres foi “condenada a pagar uma multa recorde de 20 milhões de libras (aproximadamente 22 milhões de euros)”.

Na base desta condenação estavam “grandes descargas de esgotos para o rio, decorridas entre 2013 e 2014”.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir