Microsoft

Dell abandona o Android e foca-se no Windows 10

surface_pro_5_specs

A Dell é mais uma marca que acaba de anunciar o fim da produção de Tablets equipados com o Android para se focar no Windows 10. A marca vai focar o seu investimento em Tablets híbridos, à semelhança do Surface da Microsoft.

A ideia é simples e vai de encontro à quebra nas vendas dos tradicionais Tablets equipados com o Android: os Tablets foram apenas uma moda, e a mesma parece que está a chegar ao fim. Para além disso, tanto fabricantes como utilizadores começam a perceber que os Tablets com Android, e mesmo com o iOS, não oferecem o mesmo nível de produtividade de um Tablet com o Windows.

“Acreditamos que dispositivos 2-em-1 estão a começar a tornar-se os dispositivos ideais para trabalho por incluírem Tablet e PC no mesmo dispositivos. O mercado de Tablets está mais saturado e a ter uma diminuição da procura por parte dos consumidores, de modo que decidimos descontinuar a linha de Tablets Venue com Android.”

Este comunicado da Dell é claro, e vai de encontro ao que está a acontecer no mercado dos Tablets. Os consumidores perceberam as capacidades dos híbridos com o Windows 10, que aliam a produtividade de um PC à portabilidade e autonomia de um Tablet.

Não há dúvidas de que este é o cainho a seguir por vários fabricantes. Assim como a Dell, Lenovo, Asus, Huawei, Toshiba, etc… já perceberam que o futuro dos computadores passa por dispositivos híbridos e completos em termos de produtividade.

Na verdade, os consumidores começam a perceber que os tradicionais Tablets, equipados com o Android, ou mesmo com o iOS, não passam de um smartphone grande, sendo a suas funcionalidades resumidas às mesmas dos smartphones. O mesmo não se pode dizer do Windows 10, onde a produtividade de um Surface é praticamente igual à de um PC.

Mais partilhadas da semana

Subir