Crónicas

Contratempos

«Nos indivíduos, a loucura é algo raro – mas nos grupos, nos partidos, nos povos, nas épocas, é regra»
Friedrich Wilhelm Nietzsche

O choque gerado pelo Brexit ainda agora estava a assentar, apesar de nada estar definido.

Após a vitória do Brexit, a União Europeia exigia que o reino Unido invoca-se o artigo que inicia o processo de saída da união europeia, posteriormente aceitou-se que dada a complexidade da situação algum tempo seria dado ao Reino Unido, a pressão pública desapareceu. Tudo parecia correr bem.

Eis que uma reviravolta agita a situação, o tribunal superior do reino Unido declarou que a questão do Brexit terá de passar pelo parlamento, antes de iniciar processo de saída.

Na prática o processo vai arrastar-se ainda mais.

Imagine-se a reação a esta decisão em Bruxelas.

A primeira ministra britânica vê-se numa situação, no minímo complicada, tem de clarificar a situação aos outros membros da União Europeia ,enquanto a situação interna é tudo menos clara.

A decisão da justiça britânica vai reabrir as divisões que o referendo criou.E a pergunta permanece sem resposta: afinal o que querem os britânicos?


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: