TV

Vídeo: Atleta paralímpico mais medalhado do mundo é português, sabia?

Chama-se Lenine Cunha e é o atleta paralímpico mais medalhado do mundo. Neste momento, encontra-se no Luxemburgo, num meeting internacional, à procura de mais medalhas, enquanto não chegam os Jogos Paralímpicos. Este português é um homem de causas, a quem Portugal muito deve. Veja o vídeo.

Lenine Cunha tem já 183 medalhas na sua galeria, mas pretende superar a barreira das 200. É o atleta paralímpico mais medalhado do mundo. Defende as cores lusitanas e precisa de nós.

Tem 32 anos e vive para o desporto. Nascido em Vila Nova de Gaia, perfeitamente saudável, foi traído por uma meningite, aos 4 anos, e ficou com sequelas graves: deixou de caminhar, perdeu a fala, a memória e parte da visão e da audição.

A criança feliz tinha agora o maior dos desafios. Quando apetece desistir e deixar que o destino, traidor, nos derrote, Lenine optou por fazer das fraquezas força.

Fintou o destino e tornou-se num herói nacional, que faz subir a bandeira, faz tocar o hino, que se emociona com cada medalha. Tudo longe do mediatismo, porque o desporto se confina ao chamado ‘desporto-rei’, onde a plebe não tem lugar. Moniz Pereira, o senhor atletismo, lutou toda a vida contra esta fatalidade.

Lenine chora de cada vez que ouve o hino. Não são poucas as lágrimas, porque muitas são as medalhas. Mas sente a bandeira sempre que a mesma se ergue.

É o atleta paralímpico com mais medalhas, em todo o mundo. Não é um desconhecido, mas pouco se ouve falar de Lenine Cunha, que está apurado para os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro e se coloca entre os para a conquista de medalhas.

Porém, este atleta tem planos que não se resumem a conquistas na pista. Criou o seu próprio clube: o Sport Clube Lenine Cunha.

O objetivo é permitir a prática de desporto a jovens com qualquer tipo de limitação. Pretende criar condições de treino, demonstrar que há sempre uma saída, multiplicando o seu exemplo.

Lenine consegue esta conquista com apoios escassos. E quase sempre fora da esfera mediática.

Recorde um dos momentos que passaram ao lado de milhões de portugueses (a consagração em Doha, no Qatar, com o ouro no triplo salto, em 2015). E preste uma homenagem a um atleta que nos orgulha.

 

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir