Hoje é dia

25 de novembro, nasce Eça de Queirós, o grande romancista

A 25 de novembro de 1845 nasceu, na Póvoa de Varzim, José Maria de Eça de Queirós, um dos mais importantes nomes da literatura portuguesa, autor de diversos romances de referência, como ‘Os Maias’ e ‘O Crime do Padre Amaro’. Eça morreria em Paris, a 16 de agosto de 1900.

Hoje é dia de recordar um dos nomes maiores da história da Literatura português: Eça de Queirós.

Nasceu a 25 de novembro de 1845 e viria a rubricar uma imensa obra, da qual se destaca ‘Os Maias e ‘O Crime do Padre Amaro’, este último considerado por muitos o melhor romance realista português do século XIX.

Filho de um magistrado, Eça estudou direito na Universidade de Coimbra, a partir dos 16 anos. E precisamente em Coimbra, Eça cria laços de amizade com Antero de Quental.

Os primeiros trabalhos foram publicados na revista ‘Gazeta de Portugal’ e compilados em ‘Prosa Bárbara’.

Conclui o curdo de Direito e já em Lisboa dedica-se ao jornalismo e à advocacia. De uma viagem ao Oriente nascem alguns trabalhos, entre os quais ‘O Mistério da Estrada de Sintra’ (1870) e ‘A Relíquia’ (1887).

Entretanto, em Leiria (quando foi nomeado administrador do concelho), Eça de Queirós escrevera a primeira novela realista, ‘O Crime do Padre Amaro’, obra publicada em 1875.

O escritor desenvolveu uma carreira diplomática e em 1873 foi nomeado cônsul de Portugal em Havana (Cuba) e, mais tarde, em Newcastle e Bristol (Inglaterra) e em Paris (França). E estes são os anos mais produtivos da sua carreira literária.

Eça de Queirós morre no dia 16 de agosto de 1900, na sua casa de Neuilly-sur-Seine, perto de Paris. Teve funeral com honras de Estado e está sepultado em Santa Cruz do Douro.

Nasceram a 25 de novembro Karl Benz, engenheiro alemão, um dos inventores do automóvel (1844), Eça de Queirós, romancista português (1845), e Harvey Spencer Lewis, escritor norte-americano (1883).

Nasceram ainda Otto Ernst Meyer, fundador da companhia aérea Varig (1897), Augusto Pinochet, militar e ex-presidente chileno (1915), e Amy Grant, cantora norte-americana (1960).

Morreram neste dia D. Afonso XII de Espanha (1885), Ossip Zadkine, pintor russo (1967), Yukio Mishima, dramaturgo japonês (1970), Richard Burns, ex-campeão mundial de rali (2005), e George Best, futebolista irlandês (2005).

Quer receber o Hoje é Dia todos os dias na sua caixa de correio?


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: