Economia

Valor máximo do subsídio de desemprego sobe em 2019 para 1088 euros

O valor máximo do subsídio de desemprego vai aumentar 16 euros no próximo ano, para 1.088,3 euros, segundo cálculos com base na inflação de novembro publicada hoje pelo Instituto Nacional de Estatística.

A inflação média dos últimos 12 meses, sem habitação, referente a novembro, publicada pelo INE, de 1,03 por cento permite definir a atualização do Indexante de Apoios Sociais (IAS) que aumentará 1,5 por cento para 435,33 euros em janeiro de 2019, segundo dados confirmados à Lusa pelo Ministério do Trabalho.

O IAS serve de referência para atualizar várias prestações sociais, entre elas, os valores mínimos e máximo do subsídio de desemprego.

Assim, em janeiro, o limite mínimo mensal do subsídio de desemprego aumenta 6,4 euros para o valor correspondente ao IAS (435,33 euros), enquanto o montante máximo permitido será fixado em 1.088,3 euros.

A inflação de novembro do INE também serve para atualizar as pensões, que terão subidas entre 0,78 por cento e 1,5 por cento no próximo ano.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir