Motociclismo

Objetivo de Miguel Oliveira era partir “algumas posições à frente” no Red Bull Ring e conseguiu-o

Miguel Oliveira conheceu hoje na Áustria a sua melhor qualificação desde que se estreou no MotoGP, ao ser o terceiro mais rápido da primeira sessão, falhando por muito pouco a passagem à Q2.

O piloto português da Tech3 confirmou as boas indicações que já tinha dado nos terceiro quarto treinos livres, mostrando ter uma RC16 bastante adaptada ao traçado do Red Bull Ring. O que o deixa desde já muito otmista para a corrida de amanhã.

Embora Miguel tivesse mostrado que poderia ter discutido um lugar entre os dez primeiros da grelha de partida, a 13ª posição do ‘grid’ e, sobretudo, a diferença para os pilotos da frente, confirmou que tem um bom andamento para a prova de domingo. Isto para além de ter sido o segundo melhor representante da KTM na qualificação.

“Foi um sábado duro, mas acho que não foi de todo o pior deles. Fizemos um bom trabalho no terceiro treino livre e na qualificação. Tivemos um quarto treino decente com um bom ritmo, por isso torna-se claro que isto é nos favorável para a corrida”, avaliou o piloto de Almada.

Miguel Oliveira vai agora trabalhar com a Tech3 para ter o máximo de ferramentas para ser bem sucedido na corrida: “Agora temos de fazer uma compilação das nossas melhores afinações e tentar a nossa sorte. Sinto-me confortável com a moto em ritmo de corrida. O objetivo era partir umas posições à frente e foi o que fizemos, por isso tenho de estar contente”.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir