Nas Notícias

Ministra da Saúde quer que todos os portugueses tenham um enfermeiro atribuído

A ministra da Saúde quer que todos os portugueses tenham um enfermeiro de família atribuído até ao final da próxima legislatura, à semelhança da meta traçada para os médicos de família.

Na abertura do Congresso Internacional de Enfermagem de Saúde Familiar, em Lisboa, Marta Temido anunciou que o Governo pretende atribuir nos próximos quatro anos uma equipa de saúde familiar a todos os portugueses, que inclua um enfermeiro de saúde familiar.

“Consta do programa eleitoral o objetivo de atribuir médico de família a todos os portugueses. A essa meta juntámos, com a perceção cada vez maior que a prestação de cuidados deve ser feita em equipa, a meta de ter também um enfermeiro especialista em saúde familiar”, afirmou Marta Temido, que continuará à frente do Ministério da Saúde no XXII Governo Constitucional.

Em declarações aos jornalistas, a ministra estimou que atualmente cerca de 70 por cento das equipas de saúde familiar já tenham a inclusão de um enfermeiro especialista.

A ministra frisou, contudo, que o primeiro objetivo é garantir médico de família a todos os utentes do Serviço Nacional de Saúde, meta que estava definida no anterior programa do Governo e que não foi cabalmente cumprida durante a legislatura.

153Shares

Mais partilhadas da semana

Subir