Mundo

Encontrados os destroços do avião russo e sem sobreviventes até ao momento

aviaocai

As piores previsões confirmaram-se! Não foram encontrados sobreviventes do avião de fabrico russo, que tinha desaparecido há dois dias nos céus da Indonésia. Foram sim encontradas 12 vítimas, das 45 pessoas que iam a bordo. Os destroços do Superjet 100 foram detectados ontem de manhã numa região montanhosa a sul de Jacarta.

Agora que os destroços foram avistados, o grande desafio é chegar mesmo até eles. O local de despiste foi uma zona montanhosa o que dificulta e muito os trabalhos de remoção e buscas por mais corpos, colocando-se mesmo a possibilidade de algum sobrevivente.

“Até agora não foram encontrados sobreviventes”, afirma Gagah Prakoso, porta-voz das equipas de resgate, afirmando ainda que as buscas continuam. Estas equipas estão a utilizar equipamentos de escalada, visto estarem a trabalhar em encostas ingremes do vulcão adormecido, o Monte Salak, com 2211 metros.

Até ao momento, doram encontradas “12 vitimas”, de acordo com declarações de Daryatmo, chefe da Agência de Buscas e Resgate. Os corpos já foram transferidos para serem identificados e submetidos a exame forense.

O Presidente russo, Vladimir Putin, em comunicado já fez saber as suas “profundas condolências” e o seu Governo já afirmou que irá participar nas investigações para averiguar quais as causas do acidente de um avião onde seguiam a bordo oito pilotos russos.

O avião Superjet 100 estava a fazer um voo de demonstração, na região de Bogor, para potenciais compradores. Aquando da perda propositada de altitude desapareceu dos radares. A viagem durou apenas 50 minutos, apesar do avião de fabrico russo ter combustível para quatro horas de voo.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir