Mundo

Campanha da Coca-Cola na Nova Zelândia corre mal: “Olá, morte”

A Coca-Cola apostou numa campanha de marketing, na Nova Zelândia, que terminou da pior maneira para a marca. A tentar ‘jogar’ com a língua maori e inglesa, a marca acabou por colocar o slogar ‘olá, morte’, nas máquinas de venda automática.

Depois da Google ou da Disney terem apostado no renascimento da língua maori na Nova Zelândia, a Coca-Cola também tentou a sua sorte.

A aposta correu mal e virou alvo de piadas nas redes sociais.

A empresa tentou mistrar as palavras ‘kia ora’, que em maori significa ‘olá’, com a expressão inglesa ‘mate’, normalmente utilizada para tratar amigos ou estranhos.

A combinação ‘kia ora, mate’, em maori, traduz-se pela forma ‘olá, morte’, o que gerou polémica na Nova Zelândia e nas redes.

Há vários utilizadores que sugerem um momento de honestidade da empresa, tendo em conta o nível de açúcares na bebida, mas a campanha não foi bem aceite pela comunidade.

Veja a imagem de uma máquina de venda automática com o slogan.

0Shares

Em destaque

Subir