Motores

António Félix da Costa vence em Marraquexe e lidera campeonato de Fórmula E

Foi o que se chama fazer ‘barba, cabelo e unhas’. António Félix da Costa ‘limpou’ tudo em Marrquexe, onde hoje se disputou a prova africana do Campeonato FIA de Fórmula E.

O piloto português da DS Techeetah impôs-se na corrida, que dominou, depois de ter garantido a ‘pole-position’ na qualificação e ter sido o mais rápido nos primeiros treinos no traçado marroquino.

Apesar da oposição protagonizada por Maximilian Gunther, da BMW, Félix da Costa logrou garantir a primeira posição da grelha de partida numa ‘super pole’ muito renhida, já que apenas 69 milésimos ficaram a separar o piloto de Cascais do seu adversário germânico.

Na corrida António encarregou-se de confirmar que estava em Marraquexe para alcançar a vitória que já lhe tinha fugido por duas ocasiões esta época e dessa forma tomar de ‘assalto’ o comando do campeonato.

Um bom arranque, tirando partido da sua posição de largada, e a melhor trajetória na travagem para a primeira curva do traçado marroquino deixaram o piloto luso da Techeetah na frente de Gunther, que aos poucos foi vendo Félix da Costa afastar-se, determinado a não permitir que o alemão da BMW repetisse aquilo que lhe tinha valido o seu primeiro triunfo na Fórmula E.

Depois o piloto de Cascais procurou gerir o consumo e a temperatura das baterias do seu monolugar, enquanto o seu perseguidor se viu acossado pelo outro piloto da DS Techeetah, Jean-Eric Vergne, que recuperado fisicamente se qualificara em 11º.

O francês realizou uma recuperação estonteante que o levaria até à discussão da segunda posição. Com Maximilian Gunther encetou um duelo até à bandeira de xadrez, mas acabaria por ter de se contentar com o último lugar do pódio.

Com Mitch Evans a não ir além da sexta posição, António Félix da Costa conseguiu destronar o neozelandês do comando do campeonato, passando a liderá-lo com 67 pontos, mais nove do que o piloto da Jaguar.
Em Marraquexe o top cinco foi completado pelos suíços Sebastian Buemi e Edoardo Mortara, ainda que no campeonato seja Alexander Sims a ocupar o terceiro posto, apesar do britânico da BMW não ter terminado a corrida.

Classificação final
1º António Félix da Costa (DS Techeetah) 34 voltas
2º Maximilian Gunther (BMWi Andretti) + 11,427s
3º Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) + 12,034s
4º Sebastien Buemi (Nissan eDams) + 12,282s
5º Edoardo Mortara (Venturi) + 15,657s
6º Mitch Evans (Jaguar) + 16,335s
7º Lucas di Grassi (Audi Sport Abt) + 18,706s
8º André Lotterer (Porsche) + 19,498s
9º Oliver Rowland (Nissan eDams) + 20,126s
10º Sam Bird (Virgin) + 20,295s

0Shares

Em destaque

Subir