Educação

Vídeo: Professores estão “perdidos” e têm de ser “responsabilizados”, diz Quintino Aires

Quintino Aires comentou o estado atual da escola pública em Portugal e deixou criticas aos professores, acusando-os de estarem “perdidos” e de necessitarem de ser “responsabilizados”. Numa intervenção controversa no programa ‘Você na TV’, o psicólogo salientou os docentes “não estão preparados”. Veja o vídeo.

“Vou explicar como funciona a escola. Preparem os vossos Facebook’s”, começou por dizer, deixando um aviso aos apresentadores Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira. O psicólogo preparava-se para criticar os professores e o sistema de ensino, numa intervenção polémica.

Para Quintino Aires, não existe preocupação em perceber se os alunos entenderam a matéria.

“Eu cumpri o programa, se eles entenderam, entenderam. Se eles não entenderam, olhe… tivessem entendido. Eu já lhes disse duas vezes. E é assim que os professores correm o programa”, comentou Quintino Aires.

E prosseguiu: “E como não é um caso, nem dois, nem três…”

Questionado por Manuel Luís Goucha se é necessário motivar os professores, Quintino Aires foi claro.

“Responsabilizar, não motivar. Temos de responsabilizar. Essa desculpa [falta de motivação] foi o que foi destruindo o nosso ministério da Educação.”

Na conversa, Quintino Aires salientou que percebe a luta dos professores, uma vez que “todas as pessoas devem lutar pelas suas regalias e pela compensação pelo seu trabalho”. Porém, diz não ver “uma faculdade de pedagogia” no país.

“Por isso nós ouvimos, quantas vezes, os professores perdidos porque não estão preparados para fazer o trabalho deles. Esta situação é muito grave”, salientou.

“O problema grave que está a condenar toda a nossa sociedade é que se continuam a fazer estudos com base na estatística e não se vão ver as pessoas reais”, ressalvou Quintino Aires.

Durante a conversa, Cristina Ferreira também deixou a sua opinião.

“Há muitos professores que vão para professores porque não tiveram saídas profissionais para o curso que tinham”, disse Cristina Ferreira.

Já Manuel Luís Goucha revelou ser necessária “vocação e paixão”.

Veja o vídeo:

Mais partilhadas da semana

Subir