Crónicas

Mais um encontro desenhado por Ti, amado Universo

Meu querido amigo, em resposta ao que me escreves, aqui vai…

Bom dia! Sim estou bem e pelas tuas serenas palavras percebo que também estás bem…

Sim, tudo se reflecte em karma, toda a acção tem uma reacção e naquele dia, há 4 meses atrás, num impulso, conhecemo-nos, foi o resultado de uma acção. Não me arrependo de nada que vivi contigo durante este tempo, muito aprendi e aprendo. Enriqueceste os meus dias de alegria, de luz, de amor, de intensa aprendizagem…

A vida é uma escola, evoluímos a cada dia ou não, é um processo individual e diferente para cada um. Tudo depende das nossas atitudes e acções, conforme o movimento que cada um vai gerando.

Vários caminhos podemos percorrer, precisamos optar por um e em vários momentos temos diferentes opções por onde o fazer e então passamos pelo acto de aprender constantemente. Estamos ligados a outras pessoas para aprender a conviver com as falhas de cada um, perdoando-nos uns aos outros e a nós mesmos, tentando corrigir e aprender sempre, tendo um olhar mais amplo sobre tudo e sobre todas as acções e reacções.

A cada instante rodopiamos e nos movimentamos de um lado para o outro, muitas decisões são tomadas repentinamente, sem que possamos longamente meditar sobre o assunto, e neste contexto só nos resta sorrir com as atitudes alheias e as nossas próprias. E isto aconteceu diversas vezes connosco…

Nesta escola da vida aprendemos constantemente com os erros e com a sua correcção, se assim optarmos por fazê-lo. Ao aprendermos com os actos temos a lição de compreender que precisamos de corrigir algo mais e que temos que trabalhar para isso no decorrer da nossa vida. Ter visão do Todo e agir com forças querendo o melhor para nós e para os nossos amados irmãos que ao nosso lado caminham deverá ser o nosso único objectivo. E isto observo-te a fazer e agradeço-te do fundo do coração por todos nós!

Construir relações com fortes laços que não se destroem com qualquer tempestade, fazem parte da essência da vida à qual somos chamados para interagir e construir relações de amizade e amor. E assim foi também contigo, não concebo a vida de outra forma a não ser vivê-la profundamente com aqueles que me chegam.

O caminhar com os pés firme no chão, faz com que saibamos o que queremos, mesmo que tenhamos que ter paciência e esperar pelo alcance dos nossos objectivos. Hoje tento construir a minha vida plantando-a num solo firme e não numa areia movediça. A casa da vida deve estar construída sobre uma rocha e só agora começo a construção com consciência.

Como sabemos o rumo da vida somos nós que decidimos a cada palavra a cada pensamento a cada acção. E foi bela de mais toda a nossa “história”, pois foi a primeira vez que vivi em total observação todas as acções e reacções provocadas por ambos os intervenientes. Deus assim o quis, o tempo para os encontros é decidido por Ele quando estamos preparados para a nova aprendizagem.

Amo-te sem nunca ter medo de o dizer, sem misturar sentimentos. Amo-te pelo Ser que és. E nem tu nem ninguém pode definir a qualidade desse Amor, a não ser Deus. E por isso vivo tranquila apesar de o meu coração ter apertado quando me pediste para me afastar. Mas logo logo Deus preencheu-me de Amor e voltei a sorrir nutrindo o Amor que tenho por todos… sendo que por ti é especial e só Deus saberá o porquê… continuemos a viagem amando-nos, respeitando-nos, ajudando-nos. Pois só isso é relevante, pois o mundo precisa de exemplos de Amor e não de ódio, rancor ou raiva. Pois disso já temos muitos.

Fica em Paz “anjo de luz” e vemo-nos por aí quando assim for a vontade do Supremo!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir