EUA

Apaixonaram-se há 45 anos num elevador e agora vão ser homenageados

Shari Rubin e Eric Schlesinger trocaram as primeiras impressões no elevador da Universidade de Temple, em Philadelphia, nos Estados Unidos, a 6 de setembro de 1972. Após um casamento de 42 anos, terminado tragicamente, o casal vai ser homenageado no local onde se conheceu, no mesmo estabelecimento de ensino.

Uma história de amor que, à semelhança de tantas outras, começou numa universidade, no caso a de Temple, em Philadelphia, nos Estados Unidos.

Em setembro de 1972, Shari Rubin acabava de se mudar para o dormitório da instituição de ensino, quando deu de caras com Eric, aluno finalista que operava o elevador.

Apesar da troca de olhares, Shari esperou uns dias para se apresentar. Na cerimónia de boas-vindas, dirigiu-se a Eric: “Olá, Sr. do Elevador”, (“Hi, Mr. Elevator Man”), na forma original.

Foram as primeiras palavras de um casamento que, conta a Associated Press, durou 42 anos.

Shari morreu, vítima de cancro do cólon, mas bem a tempo (42 anos) de ser “a coisa mais importante” que aconteceu na vida de Eric.

Agora, 45 anos depois, a Universidade de Temple decidiu homenageá-los, ao fixar uma placa em frente ao elevador onde o casal se conheceu, em setembro de 1972.

“Em memória da minha esposa, Shari Rubin Shlesinger, que eu conheci pela primeira vez neste elevador, em 1972, e com quem estive casado mais de 42 anos: ‘Olá, Sr. Elevador'”, pode ler-se.

Veja as imagens.

5Shares

Mais partilhadas da semana

Subir