Motores

Aluimentos de terras levam a cancelamento da nona etapa do Dakar

cancelamentoetapa9dakar1

Decididamente a edição 2017 do Rali Dakar está perseguida pelas alterações climáticas, que estão a ter o seu impacto na América do Sul. E depois do cancelamento da sexta etapa, a prova ‘rainha’ do todo-o-terreno mundial viu-se privada da nona tirada.

Os cerca de mil quilómetros do percurso entre Salta e Chilecito serão assim feitos em ligação e não com setor cronometrado, não obrigando Sébastien Loeb e Sam Sunderland a defenderem as respetivas lideranças nos automóveis e nas motos.

Em causa estava a segurança dos concorrentes, não apenas nos 406 quilómetros cronometrados, que poderiam ser determinantes no desfecho competitivo da prova.

Os organizadores ficaram assustados com o tempo inclemente que obrigou à alteração da etapa anterior, a cerca de 160 quilómetros de Salta. E para que concorrentes, assistências e pessoal que acompanha a caravana não possam ser afetados optou-se pelo cancelamento. Até porque o percurso destes através de San Antonio de los Cobres também está intransitável.

Um ‘bivouac’ (acampamento) é assim montado em Chilecito, e a organização do Dakar já providenciou recursos para ajudar a povoação de Volcan, uma das mais afetadas pelos deslizamentos de terra.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir