A gratidão por perder o chão e ganhar o céu

Impulsionada pela força da vida que leva ao desprendimento de tudo aquilo que era confortável revela a magia da Existência, abandonando assim a teia que enclausura a Alma permitindo Amar …

A subtileza no pensar com assistência da Graça Divina no momento da lição nem sempre é espontânea e a intensidade da dor ao libertar será estabelecida pela carga colocada no pensamento Presente. Este terá que ser moldado e assimilado a todo o instante para que na devida ocasião sejamos ávidos na acção…

Transformar o que já não serve mas que ainda se adapta por sermos maleáveis ao que a nossa vontade deseja é o verdadeiro tormento para o ego.

Assim como aceitar que aqueles que nos eram íntimos e ao nosso lado contracenavam deixaram de ser actores da mesma peça.

Observar os cenários que cada um escolhe para fazer a travessia na escola humana poderá ser arrepiante por isso a minha escolha cada vez mais vincada de mera observadora e menos participante… Os enredos emaranhados devido à mente pensante colocam e deslocam os outros como se de peças de jogo se tratassem… Até que o puzzle de cada um esteja terminado várias tentativas se vão usando. E se não estivermos fortemente enraizados com o Amor, seremos manipulados conforme as vibrações que nos identificam e colocados no jogo que mais se adequa à nossa aprendizagem, até libertarmos a cegueira a que nos propusemos. Se queremos viver com a felicidade e a liberdade que nos é permitida sejamos ágeis a despir as vestes anteriormente usadas que mais não servem para jogos relacionais, económicos que têm como base a manipulação e interesses egoicos. Peço perdão a todos aqueles que em tempos também usei como peça de jogo e que pela mesma Lei também fui usada…

Agora escolho viver na leveza do Amor, da Entrega, da Alegria e acima de tudo na humildade e transparência que me definem…

E profundamente Agradecida por já não fazer parte de jogos de tabuleiro…Mas sim cada vez mais lúcida ao vislumbrar e contracenar no Todo que é Amor.

Na Paz e no Amor deixo-vos esta reflexão…


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir