Desporto

Vídeo: Polícia incendeia adepto que usava um ‘verylight’

incendeia adepto Um polícia polaco tentou dominar um adepto que usava um ‘verylight’ recorrendo ao gás pimenta. Como o equipamento é inflamável, o agente incendiou o fã do Zaglebie Lubin, em plena bancada. Ninguém sofreu queimaduras graves e o polícia não pode ser incriminado.

Quem brinca com um fogo queima-se. O ditado aplica-se, felizmente sem consequências graves, a um polícia e a um adepto, durante o jogo entre o Zaglebie Lubin e o Slask Wroclaw.

O incidente ocorreu porque um adepto do Zaglebie Lubin conseguiu entrar no estádio com um ‘verylight’, um sinalizador pirotécnico que é proibido em recintos desportivos.

Quando o homem se empoleirou numa vedação e acendeu o engenho, um polícia tentou repor a ordem pública: sacou do gás pimenta e bombeou-o contra o prevaricador.

O resultado foi o esperado: como o gás é inflamável, ao entrar em contacto com o sinalizador pirotécnico incendiou o portador deste.

Apesar do aparado, nem o adepto, nem o polícia sofreram queimaduras graves.

Após o sucedido, a polícia já veio garantir que não vai abrir qualquer inquérito: afinal, o engenho que esteve na origem da combustão era propriedade do próprio adepto.

Veja o momento, aos 56 segundos, no lado esquerdo:

https://www.youtube.com/watch?v=3g7pUsCUmxg

Refira-se que o jogo terminou com a vitória do Slask Wroclaw por 1-0 e que o golo foi apontado pelo português Marco Paixão, aos 88 minutos.

Mais partilhadas da semana

Subir