Nas Notícias

Vídeo: Metro de Paris censura campanha da Renova

A RAPT, entidade que gere o metropolitano de Paris, chumbou a divulgação de uma campanha da Renova, através da qual a marca pretendia divulgar uma nova gama de papel. Em causa, a imagem de um homem, que transmite uma ideia de “prazer sexual”. A Renova chama-lhe “censura”. Veja o vídeo.

O metro de Paris era um dos locais onde a campanha seria divulgada, através de diferentes meios, desde cartazes a mupis.

A Renova pretende também apresentar o Magic – um novo papel higiénico que nasce de um megainvestimento de mais de 40 milhões de euros – com a imagem do corpo masculino.

De acordo com a entidade gestora do Matro parisiense, essa imagem “é inaceitável”, uma vez que transmite uma ideia de “prazer sexual que pode chocar”, sustenta a RAPT, citada pelo Le Figaro.

“A tatuagem em representação de uma personagem religiosa deve também ser removida”, advoga.

Para o CEO da Renova, Paulo Pereira da Silva, esta decisão é “censura”. Em declarações àquele jornal, aquela é uma figura “mitológica, e não religiosa”.

A campanha foi banida do metro, mas irá ser divulgada noutras plataformas. E o espaço online não foi, naturalmente, descurado.

Veja o vídeo:

https://playbuffer.com/watch_video.php?v=K3HNR5WNHN4O

20Shares

Mais partilhadas da semana

Subir