Mundo

Vídeo: Encontrado submarino lendário da I Guerra Mundial

A Austrália encontrou, com um drone subaquático, um submarino lendário da I Guerra Mundial. O HMAS AE1, que estava desaparecido desde setembro de 1914, foi o primeiro submarino fabricado pela Marinha australiana.

O navio, comandando pelo tenente Thomas Besant, tinha deixado o porto de Rabaul, na Papua Nova Guiné, na manhã de 14 de setembro de 1914. A bordo seguiam 35 militares.

Símbolo da Marinha australiana, por ser o primeiro submarino fabricado localmente, o AE1 largou para a primeira missão na I Guerra Mundial, que foi também a última.

Mais de um século passado, o submarino australiano foi encontrado. Jaz, no fundo do oceano, perto da ilha do Duque de Iorque.

Com recurso a drones marinhos, a Austrália conseguiu, há dias, registar as primeiras imagens do submarino afundado.

“Os dados recolhidos poderão ajudar a explicar a misteriosa perda do AE1, que ao longo dos tempos deu origem a muitas especulações, como tendo sido afundado por um submarino alemão ou atingido por fogo amigo de um navio aliado”, adiantou Kevin Sumption.

O diretor do Museu Nacional Marítimo da Austrália acrescentou que estes registos “permitem registar, para conhecimento das gerações futuras, a coragem e sacrifício da tripulação” do primeiro submarino feito no país.

De acordo com os registos históricos da Marinha australiana, o AE1 partiu para uma missão em conjunto com o contratorpedeiro HMAS Parramatta.

“O Parramatta reportou que o AE1 ficou obscurecido pela neblina em várias ocasiões. Perante as condições atmosféricas, o oficial que comandava o Parramatta considerou ser essencial não perder o submarino de vista”, referia o diário do contratorpedeiro.

“Às 15h20, o submarino deixou de ser visto e o Parramatta alterou o rumo e seguiu na direção onde tinha sido avistado pela última vez. Face à ausência de sinais do AE1, foi considerado que teria regressado de volta ao porto sem informar o Parramatta”, concluía o registo histórico.

E desde esse dia, 14 de setembro de 1914, que nunca mais se soube do primeiro submarino fabricado na Austrália.


Mais partilhadas da semana

Subir