Motores

Surpresa na Nascar com triunfo do ‘rookie’ Justin Haley em Daytona

Decididamente este é o mês dos estreantes a vencer na NASCAR Cup, já que uma semana de Alex Bowman ter conseguido a sua primeira vitória de si na categoria ‘rainha’ dos stock-cars, foi a vez do jovem Justin Haley se impor em Daytona nas famosas Coca-Cola 400.

A ‘visita’ de Verão à ‘catedral’ das corridas em pistas ovais não foi pacífica, já que houve um pouco de tudo, desde o adiamento da partida, devido a condições meteorológicas adversas, a um enorme ‘Big One’ (acidente coletivo) e uma paragem prematura, 33 voltas antes do previsto, novamente causada pela meteorologia.

Foi neste quadro atribulado que Justin Haley levou o Chevrolet Camaro ZL # 77 da relativamente desconhecida Spire Motorsports à vitória, tirando também partido da paragem de Kurt Busch, anterior líder no Chevrolet # 1 da Chip Ganassi Racing, para emergir líder mesmo antes da bandeira vermelha final.

Kurt Busch estava na liderança desde o acidente coletivo e uma situação de bandeiras amarelas, com o piloto de Las Vegas a optar por não parar nas boxes esperando beneficiar de uma melhor posição em pista quando a tempestade atingisse a região de Daytona.

Com o anúncio do retomar da prova a Ganassi Racing chamou Kurt às boxes, sem que o piloto do Chevrolet # 1 tenha tido tempo para recuperar posição em pista, pois logo a seguir os riscos de um autêntico dilúvio atingir o circuito obrigaram a Direção de corrida a fazer sair as últimas bandeiras vermelhas do dia.

Justin Haley estava na frente mesmo na altura certa, sendo declarado vencedor diante de William Byron e Jimmy Johnson, também aos comandos de Chevrolet, mas da todo o poderosa Hendrick Motorsports. Ty Dillon e Ryan Newan, este no melhor Ford Mustang, completaram o top cinco.

Eis os melhores momentos desta atribulada corrida.

9Shares

Mais partilhadas da semana

Subir