Fórmula 1

Lewis Hamilton remata temporada com triunfo no Abu Dhabi

Lewis Hamilton venceu Charles Leclerc o Grande Prémio do Abu Dhabi, derradeira prova do Campeonato do Mundo Fórmula 1 de 2019, que hoje se disputou no Circuito de Yas Marina.

O Campeão do Mundo liderou a corrida do princípio ao fim e ainda obteve a volta mais rápida, confirmando o favoritismo que lhe era atribuído, sobretudo depois de ter conquistado a ‘pole-position’ na qualificação de sábado.

Mal foi dada a partida Hamilton ‘saltou’ para o comando, levando atrás de si Max Verstappen, que viria a terminar a prova na segunda posição. No entanto, e apesar de arrancar melhor do que Charles Leclerc, o holandês da Red Bull acabaria por perder a segunda posição algumas curvas mais à frente.

Mas o piloto do RB15 # 33 ainda tinha alguns ‘trunfos’ na manga, e a estratégia e a rapidez da paragem nas boxes da Red Bull acabariam por fazer a diferença. Com pneus melhores após o ‘pit-stop’ Verstappen pôde atacar Leclerc e ganhar-lhe a segunda posição.

O monegasco da Ferrari ainda tentou uma tática de recurso, parando uma segunda vez, mas já era tarde para ‘ir buscar’ a segunda posição, que já não fugiu a Max Verstappen, tendo Charles Leclerc que contentar-se com o último lugar do pódio.

A Ferrari tentou a mesma estratégia com Sebastian Vettel, mas isso acabou por custar um lugar ao alemão, face a um Valtteri Bottas que, partindo de último, realizou uma grande recuperação até ao quarto lugar final. A única coisa que o alemão da Ferrari logrou foi terminar atrás de Alexander Albon, autor de mais uma prova regular aos comandos do segundo Red Bull.

Sergio Perez foi sétimo e o melhor dos ‘outros’ tirando partido de uma melhor estratégia, pois a troca de pneus aconteceu na altura certa para depois, com pneus mais novos no seu Racing Point ir ‘roubar’ o lugar a Lando Norris, que foi sempre o melhor dos pilotos da McLaren ao longo de toda a prova.

Daniil Kvyat também esteve bem ao nível da estratégia, pois tinha pneus em melhores condições quando atacou a nona posição de Nico Hulkenberg, que foi sempre o melhor representante da Renault naquela que foi a sua última corrida pela equipa da marca francesa.

Carlos Sainz Jr terminou no último lugar pontuável, negando-o a Daniel Ricciardo, que nunca esteve em posição de discutir as posições em que rodou o seu companheiro de equipa ao longo de toda a prova.

Classificação final
1º Lewis Hamilton (Mercedes) 55 voltas
2º Max Verstappen (Red Bull) + 16,768s
3º Charles Leclerc (Ferrari) + 43,435s
4º Valtteri Bottas (Mercedes) + 44,381s
5º Sebastian Vettel (Ferrari) + 1m04,353s
6º Alexander Albon (Red Bull) + 1m09,204s
7º Sergio Perez (Racing Point + 1 volta
8º Lando Norris (McLaren) + 1 volta
9º Daniil Kvyat (Toro Rosso) + 1 volta
10º Carlos Sainz Jr (McLaren) + 1 volta

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir