Motociclismo

Concentração de Góis sobe de rotação… e de decibéis

A 26ª Concentração de Góis atingiu ontem um dos seus momentos altos com a atuação da banda portuguesa Blasted Mechanism.

Foi com os sons deste invulgar grupo musical que vários motociclistas presentes puderam assistir à primeira atuação no palco Sagres, montado na Quinta do Baião.

A irreverente banda lisboeta levou às margens do rio Ceira o seu mais recente projeto – New Militia – um renascimento que revela uma nova, contagiante e poderosa sonoridade do quinteto.

Com a energia e a voz de Riic Wolf a banda também composta por Valdjiu, Gustshu, Ary e Fred Stone rapidamente a multidão ‘motard’ reagiu energicamente acompanhando o ritmo dos Blasted, que assim ‘abriram’ o programa da noite, onde atuaram os DJ’s João Fontes e Pedro Brito.

Para hoje o Palco Sagres reserva mais dois nomes icónicos da moderna música portuguesa; Legendary Tigerman e UHF. Dispensam quaisquer apresentações, pelo que se perspetiva mais festa rija, num recinto que está cada vez mais cheio com a chegada de mais motociclistas, ao ponto do número de inscrições superar já o registado a meio da semana em igual período do ano passado.

Os organizadores do Moto Clube de Góis têm-se preocupado com vários detalhes deste evento, nomeadamente o abastecimento de combustível, não só ao aumento do número de visitantes mas também à relativa crise energética gerada pela greve dos motoristas de camiões de matérias perigosas. Problema que foi totalmente coberto por reservas estratégicas de gasolina.

Mais partilhadas da semana

Subir