Motores

Félix da Costa termina à porta dos pontos na Fórmula E em Roma

Um acidente na qualificação condicionou a prova de Fórmula E de António Félix da Costa em Roma, ganha pelo britânico Sam Bird.

A colisão entre o piloto português da MS&AD Andretti e José Maria Lopez nos treinos de qualificação para a primeira corrida de sempre dos monolugares elétricos na capital italiana, acabou por fazer com que tivesse de partir de último.

Félix da Costa encetou depois uma grande recuperação que o levou ao top dez na primeira metade da prova. Uma situação de ‘safety car’ depois da paragem do piloto de Cascais nas boxes, deixou-o entre os oito primeiros, mas a energia disponível fez com que não se pudesse defender dos ataques dos três pilotos que vinham atrás de si, e dessa forma não foi possível terminar nos pontos.

A corrida foi bastante disputada, ainda que até 10 voltas do fim fosse dominada por Félix Rosenqvist, que depois de passar num corretor ficou com problemas no monolugar da Mahindra e foi obrigado a abandonar. Sam Bird agradeceu e herdou o comando para não mais o perder, ainda que perto do final tenha sido atacado por Mitch Evans.

Com Evans a ter de defender-se dos ataques de Lucas di Grassi e André Lotterer, Bird ficou mais à vontade na frente, para garantir a sua sétima vitória na Fórmula E, enquanto Di Grassi e Lotterer aproveitaram os problemas de falta de energia no monolugar de Evans para ultrapassarem o neozelandês da Jaguar na última volta.

Classificação final

1º Sam Bird (DS Virgin) 33 voltas

2º Lucas di Grassi (Audi Sport Abt) + 0,970s

3º André Lotterer (Techeetah) + 9,518s

4º Daniel Abt (Audi Sport) + 10,187s

5º Jean-Eric Vergne (Techeetah) + 17,444s

6º Sebastien Buemi (Renault eDams) +19,835s

7º Jerôme D’Ambrosio (Dragon) + 24,375s

8º Maro Engel (Venturi) + 26,350s

9º Mitch Evans (Jaguar) 37,709s

10º Edoardo Mortara (Venturi) + 40,739s

11º António Félix da Costa (Andretti) + 42,680s

Mais partilhadas da semana

Subir