Cultura

XII edição dos Mário Cesariny – Encontros, em Famalicão, para homenagear o artista

A XII edição dos Mário Cesariny – Encontros vai decorrer em Vila Nova de Famalicão, entre os dias 22 e 24 de novembro, para “homenagear um dos principais nomes do Surrealismo nacional”, anunciou hoje a Fundação Cupertino de Miranda.

Em comunicado enviado à Lusa, a Fundação Cupertino de Miranda, detentora do legado documental e artístico de Mário Cesariny (1923 – 2006), explica que os encontros se realizam anualmente por ocasião do aniversário da morte do artista.

A entrada é gratuita e “a oferta diversificada”, contando com oficinas de expressão plástica para as comunidades escolar e famílias, declamação de poesia na rua pela Oficina Locomovente da Poesia, Espetáculo circense “Faz-me o favor…”, produzido pelo Instituto Nacional de Artes do Circo e com o lançamento de três publicações.

Os encontros terminam com o espetáculo “Poemanifesto 2.0.18 – Queríamos de ti um país de bondade”, produzido pela Cabe Cabe – Associação Cultural.

No museu da Cupertino de Miranda é ainda possível visitar a exposição “Colecionar a Inquietação”, do núcleo surrealista da coleção de Miguel Mesquita.

Esta exposição assenta num núcleo de mais de 300 documentos reunidos ao longo de mais de dez anos pelo colecionador Miguel Mesquita, que a Fundação adquiriu, muitos com encadernações personalizadas, e que perfazem um total de 46 títulos, datados de 1917 à década de 70, ilustrando “a riqueza do Movimento Surrealista Internacional”.

Países como França, Bélgica, Dinamarca, Suécia, Estados Unidos da América, Itália, Espanha, México, República Checa, Inglaterra, Suiça e Portugal estão representados neste núcleo, possibilitando uma “visão única” do que se fazia em cada país nessa época.

“Colecionar a Inquietação” vai estar patente ao público até ao dia 23 de fevereiro de 2019.

Mais partilhadas da semana

Subir