Ásia

Wall Street cai quase 3% com o agravamento da tensão comercial entre EUA e China

A bolsa de Nova Iorque fechou hoje com os principais índices a caírem quase 3 por cento, no dia em que os Estados Unidos e a China retomaram a escalada na guerra comercial.

De acordo com os resultados provisórios no fecho da sessão, o principal índice de Wall Street, o Dow Jones caiu 2,37 por cento, e o Nasdaq, que agrega os principais títulos das empresas tecnológicas, desvalorizou 3 por cento, sensivelmente a mesma queda registada pelo índice S&P500.

A queda em Nova Iorque segue a tendência registada nas principais bolsas europeias, que fecharam a semana em queda, como o português PSI, que terminou hoje a sessão com uma descida de 1,33 por cento para 4.792,47 pontos.

Milão cedeu 1,65 por cento, Frankfurt 1,15 por cento, Paris 1,14 por cento, Madrid 0,77 por cento e Londres 0,47 por cento.

Pequim anunciou hoje que vai impor novas tarifas a bens norte-americanos no valor de 75 mil milhões de dólares (67,7 mil milhões de euros), tendo o Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçado com uma resposta musculada, mas ainda sem concretizar.

Mais partilhadas da semana

Subir