Apresentações/Novidades

Volkswagen valoriza em bolsa após ‘guerra’ interna

Winterkorn_Piech_900

As ações da Volkswagen ‘dispararam’ na sequência da ‘guerra’ pelo poder dentro do grupo entre Ferdinand Piech e Martin Winterkorn, e que levou à demissão do presidente e neto do fundador da marca de Volfsburgo – o inventor do ‘Carocha’.

Com 78 anos, Piech queria forçar a direção da Volkswagen a afastar Winterkorn da direção executiva da marca. Objetivo que falhou, já que toda administração se colocou do lado do homem que foi responsável por guindar a marca ao lugar de segundo maior construtor do mundo.

O caráter efervescente de Ferdinand Piech também levou os representantes dos trabalhadores, liderados por Berthold Huber, a colocarem-se ao lado de Winterkorn, tal como Wolfgang Porsche (primo de Piech), considerado próximo do diretor executivo da marca.

Na sequência da demissão de Ferdinand Piech, Bernd Pischetsrieder foi nomeado como novo presidente da Volkswagen. E logo a seguir o mercado bolsista ‘respondeu’ fazendo as ações da marca subirem mais de cinco por cento.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir