Motores

Vitória em Austin dá liderança do campeonato a Filipe Albuquerque

Filipe Albuquerque alcançou a sua segunda vitória consecutiva no Campeonato do Mundo de Resistência ao impor-se na categoria LMP2 das 6 Horas de Austin, que domingo se disputaram no Circuito das Américas.

Dividindo Oreca 07 # 22 da United Autosports mais uma vez com Phil Hanson e Paul di Resta, o piloto português esteve mais uma vez ao seu melhor nível, contribuindo para um êxito que o colocou a ele e a Hanson no comando do ‘Mundial’ da categoria LMP2.

Mas não foi um sucesso fácil, já que inicialmente a equipa se debateu com problemas na pressão dos pneus Michelin que a fizeram perder terreno, apesar de terem largado da segunda posição da grelha de partida.

No entanto Filipe, Paul e Phil nunca ‘baixaram os braços’ e acreditaram sempre que era possível uma recuperação, conseguindo mesmo ‘dar a volta’ à situação e ‘trepar’ até à liderança, com turnos muito rápidos e consistentes e uma estratégia acertada.

“A determinada altura achámos que chegar ao primeiro lugar seria impossível, mas ainda assim continuámos a dar o nosso melhor, tal como a equipa, que nunca perdeu a esperança e que fez um trabalho notável. E de repente tudo começa a parecer possível e fomos lutando e lutando, até chegar a este resultado maravilhoso a todos os níveis”, confessa o piloto de Coimbra.

Para Albuquerque “Foi uma prova dura e de superação. Estamos todos de parabéns. Os nossos objetivos iniciais foram atingidos. Agora que estamos na frente, não queremos de lá sair”.

“Faltam três corridas para o final e vamos lutar pelas restantes vitórias. Tem de dar certo, temos todas as condições reunidas. É fantástico estar nesta posição. Estamos preparados para o que aí vem”, acrescenta o piloto português, que agora começa a pensar já na Filipe Albuquerque próxima corrida do FIA WEC, que acontece novamente nos Estados Unidos, em Sebring, a 20 de Março.

0Shares

Em destaque

Subir