Benfica

Vitória elogia Fenerbahçe de idade avançada e fala em responsabilidade

O técnico do Benfica, Rui Vitória deixou hoje elogios ao adversário do encontro da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões de futebol, o Fenerbahçe, e frisou que os ‘encarnados’ têm consciência da importância do apuramento.

Na terça-feira, naquela que será a primeira partida oficial da temporada, o treinador bicampeão pelas ‘águias’ deixou ainda evidente que é importante começar a ganhar e considera que a existir pressão será vista de uma forma positiva.

“Vamos ser uma equipa muito determinada, com a perfeita noção daquilo que queremos com a importância e responsabilidade”, começou por dizer o treinador, em conferência de imprensa, analisando de seguida a formação turca: “Vamos encontrar uma equipa com qualidade, bem organizada e vão criar algumas situações para as quais já nos preparámos”.

Com experientes jogadores, conhecidos do panorama internacional, como Kameni, Martin Skrtel, Mauricio Isla, Mathieu Valbuena, André Ayew ou Roberto Soldado e uma média de idades a rondar os 27 anos, Rui Vitória definiu o tipo de jogo dos vice-campeões turcos.

“Jogam com uma linha de quatro [jogadores], mais outra linha quatro e dois jogadores na frente. É uma equipa que gosta de circular a bola, tem uma faixa etária muito interessante para esta competição e tem feito uma boa pré-temporada”, resumiu.

Por isso, ao seu grupo de jogadores apelou a alguma agressividade e há necessidade de controlarem os atletas mais perigosos do lado adversário.

“Da nossa parte ambicionamos começar bem em casa a ganhar. Queremos ter uma circulação fluida da bola, agressividade no bom sentido e sempre a controlar os jogadores mais influentes do Fenerbahçe. Estamos muito confiantes”, declarou.

Quanto a uma eventual pressão que possa existir, Rui Vitória mostrou-se satisfeito por poder jogar com vista a conquistar títulos, lembrando que já sabia de antemão que o calendário de jogos em agosto poderia ser exigente.

“Já sabíamos o que nos esperava e não há que fazer drama. Preparámo-nos na pré-temporada, há uma densidade de jogos, mas encaramos com muita convicção e muita crença. Não há mais pressão, nem menos pressão, e eu gosto da pressão positiva, pois há alguma coisa para conquistar. Nunca entramos no jogo a pensar que já está ganho. Há uma pressão constante”, argumentou.

Também o internacional sérvio Fejsa marcou presença na antevisão à partida, sublinhando as palavras do seu técnico.

“A equipa esta preparada, estamos bem para competir e estou muito bem. O primeiro jogo é sempre complicado, mas espero um bom jogo da nossa parte e um bom resultado para nós. Isso é o mais importante. É bom jogar primeiro no nosso jogo com os adeptos, é sempre positivo”, concluiu.

O Benfica recebe na terça-feira a equipa turca no Estádio da Luz, pelas 20:00, na primeira mão da terceira pré-eliminatória da ‘Champions’, com o segundo desafio a realizar-se no próximo dia 14, pelas, 19:00, em Istambul, na Turquia.

Mais partilhadas da semana

Subir